Ícone buscar

Escolas Seduc de São Pedro do Piauí, Altos e Piripiri vencem o II Concurso Cidadania na Escola

  • José Vinicius
  • 16/05/2024

Os Centros Estaduais de Tempo Integral (CETIs) Landri Sales, em São Pedro do Piauí; Mário Raulino, em Altos; e José Narciso da Rocha Filho, em Piripiri, respectivamente, foram as três escolas da Secretaria de Estado da Educação do Piauí (Seduc-PI) premiadas no II Concurso Cidadania na Escola. Mais de 200 escolas públicas estaduais foram inscritas no concurso, envolvendo a participação de 77.834 alunos do Ensino Fundamental e Médio.
 
Os três melhores projetos apresentados pelas escolas receberam os seguintes prêmios: 1º) LUGAR: 1 computador e 2 smartphones para a escola, além de 4 smartphones para os alunos; 2º) LUGAR: 1 computador e 1 smartphone para a escola e 3 smartphones para os alunos; e 3º) LUGAR: 1 computador para escola e 2 smartphones para os alunos.



 
Durante a premiação da equipe do CETI José Narciso da Rocha Filho, a estudante Maria Olívia de Sousa, da 2ª série do Ensino Médio, foi anunciada como vencedora da promoção "Um nome para a abelhinha", com o nome Fiscamel, recebendo uma premiação.
 
O Secretário de Estado da Educação, Washington Bandeira, destacou a importância do concurso para a Educação do Piauí. “Com esse projeto os estudantes adquiriram conhecimentos na área fiscal, na área dos tributos e impostos, para que eles entendam a importância dos tributos e impostos que suas famílias pagam e como eles são aplicados nos serviços públicos que são destinados à sociedade. Essa é mais uma oportunidade de aprendizado que nós levamos aos nossos alunos no exercício da cidadania”, declarou o gestor da Educação.



 
O Centro Estadual de Tempo Integral (CETI) Landri Sales, localizado no município de São Pedro do Piauí foi a escola que alcançou o primeiro lugar no concurso. A estudante da escola, Maria Eduarda, discursou na solenidade e revelou o que levou de aprendizado com o concurso.
 
“É uma honra para mim estar aqui hoje. O projeto de Educação Fiscal teve uma grande importância e impacto na nossa escola, pois foi através dele que nós começamos a entender a importância dos impostos, a preocupação que devemos ter em pagar os nossos impostos e quão relevante é, tanto para a nossa educação como para a questão da infraestrutura da nossa escola. E é como uma frase de Pitágoras que diz: Educai as crianças para não ter que punir os homens”, completou a adolescente.
 
O Secretário de Estado da Fazenda, Emílio Júnior, aproveitou a ocasião para reforçar o apoio dos órgãos parceiros que contribuíram para fortalecer o concurso. “Agradecemos a todos os parceiros que abraçaram essa causa para que esse programa de Educação Fiscal saia do papel. Agradecemos, em especial, à Seduc por todo o apoio que recebemos das equipes. Esse projeto é muito importante para que os adolescentes tenham essa consciência dos pagamentos dos tributos”, enfatizou.
 
“É uma hora para nós estarmos nessa parceria para o desenvolvimento desse projeto tão importante. A CGE se faz presente e está de portas abertas para escolas e estudantes que queiram nos fazer uma visita, pois faremos esse trabalho de orientação com os órgãos e os estudantes”, afirmou a Superintendente da Controladoria Geral do Estado (CGE), Maria do Amaparo Silva, durante a solenidade.
 
O Auditor da Receita Federal, José Valter Oliveira, destacou o empenho das escolas na participação do projeto. “Ficamos muito felizes de saber que 200 escolas estiveram envolvidas nesse projeto. A educação muda todas as direções e é essa força motora e inteligência que são importantes para vencermos os desafios”, disse.




O objetivo do concurso é conscientizar sobre a importância dos tributos no cumprimento das obrigações sociais, incentivando também a participação do cidadão no controle dos recursos públicos e nas políticas sociais do Estado. Trata-se de uma iniciativa do governo estadual, por meio do Programa Estadual de Educação Fiscal (GEFE-PI), que é desenvolvido pela SEFAZ, CGE, SEDUC e Receita Federal.
 
Para concorrer à premiação, foram selecionados 19 projetos na primeira etapa do concurso, mobilizando cerca de 6.602 alunos. Na penúltima etapa, em novembro do ano passado, foram selecionados 10 projetos para concorrem à premiação final. Na etapa final, denominada Culminância Geral, foram selecionados para premiação os três melhores projetos.  A solenidade de premiação contou, além da presença dos gestores estaduais dos órgãos envolvidos no concurso, com a presença dos integrantes do Grupo Estadual de Educação Fiscal (GEFE-PI).
 
A solenidade de Premiação do “II Concurso Cidadania na Escola” ocorreu na manhã dessa quinta-feira (16), no auditório Francisca Trindade, da Escola Fazendária. A entrega dos prêmios foi feita pelos dois secretários estaduais, respectivamente, Washington Bandeira e Emílio Júnior, juntamente com os representantes dos órgãos parceiros do concurso, a exemplo da Receita Federal.